pingando óleo
moonlight

Nota do pasteleiro: 3/5

Moonligth (2016)

Sentados à beira-mar, Juan observa as inseguranças de Chiron, verificando no próprio garoto uma imagem de si mesmo quando ainda novo: “garotos negros, sob a luz da lua, são azuis”.

“Moonligth: sob a luz do luar” chega em um momento propício, com um questionamento social muito pertinente. Chiron é um garoto negro da periferia de Miami que enquanto trilha uma busca por autoconhecimento, precisa driblar o caminho do crime e os ataques machistas de um mundo que não aceita sua sexualidade.

Escrito e dirigido por Barry Jenkins, Moonligth é um drama que se extende por 3 capítulos, cada um deles representando uma fase da vida de Chiron: Little, interpretado por Alex R. Hibbert, Chiron por Ashton Sanders e Black por Trevante Rhodes. A escolha dos atores que dão vida a saga do protagonista fora muito bem sucedida tanto pela aparência física destes, quanto pela trabalho de interpretação contínuo que os três atores conseguiram concretizar. Pequenos gestos, inseguranças, expressões, tudo está marcado sutilmente pelos três representantes de Chiron.

O drama vai além da exposição das dificuldades vividas pelo protagonista em contraste com a sociedade que o cerca, ele também se passa dentro do próprio personagem, que se vê preso em um ciclo existencial muito maior do que ele, mas que se alimenta dos desejos e sonhos daqueles garotos da periferia.

Por fim, creio ser importante apontar para o trabalho de fotografia do filme, que por vezes se faz suficiente para transmitir um caminhão de informações, sutilezas e sensações.

Moonlight é um filme importante que quebra barreiras do preconceito sobre determinados esteriótipos, mas possuiu um ritmo próprio, mais lento, o que pode afetar alguns expectadores de forma negativa.

O filme recebeu o Globo de Ouro como Melhor Drama e indicação ao prêmio de Melhor Filme no Oscar 2017.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 31 de janeiro de 2017
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *