pingando óleo
parallels-netflix1

Nota do pasteleiro: 3/5

Parallels (2015)

Eu sou fã de filmes sobre viagem no tempo, ou para dimensões alternativas, por isso quando li a sinopse de Parallels sobre um prédio misterioso que era a porta para diversas dimensões acabei me interessando e dei uma chance.

Continue reading “Parallels (2015)”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 14 de outubro de 2016
0 comentários
pingando óleo
heaven-is-for-real-feature

Nota do pasteleiro: 2/5

O Céu É de Verdade (2014)

Filmes sobre religião geralmente tem enredo fraco, e só servem para fechar com uma mensagem bonita, não acho isso ruim, é uma espécie de gênero, que aposta em atores em inicio de carreira, e em roteiros mais simples, que buscam transmitir uma mensagem.

Continue reading “O Céu É de Verdade (2014)”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 13 de outubro de 2016
0 comentários
fritos na hora
deep-web

Nota do pasteleiro: 3/5

Deep Web (2015)

Eu sempre fui fascinado pela Deep Web, nunca tive a coragem para entrar nela, porém sempre quis conhecer um pouco sobre o que você pode encontrar lá, em especiais histórias sobrenaturais, que contam por lá, sei que a maioria é lenda urbana e acho isso muito interessante, por isso quando vi esse documentário, resolvi assistir para conhecer mais sobre o assunto.

Continue reading “Deep Web (2015)”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 12 de outubro de 2016
0 comentários
fritos na hora
dinosaur_project

Nota do pasteleiro: 2/5

Projeto Dinossauro (2012)

Desde que o “Jurassic Park” saiu nos cinemas, sempre tentaram criar um genérico que desse sucesso, nada foi digno de nota, e esse ano com o sucesso de “Jurassic World” novas tentativas com certeza viram, pois bem alguns anos atrás a tentativa da vez foi “Projeto Dinossauro” um longa que tentava mesclar o mundo dos dinossauros, com aquele estilo de filme “falso documentário” que teve inicio com a Bruxa de Blair e até hoje copiam.

Continue reading “Projeto Dinossauro (2012)”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 11 de outubro de 2016
0 comentários
fritos na hora
ne45rvlz04pt78_1_b

Nota do pasteleiro: 2/5

Sex Tape – Perdido na Nuvem (2014)

Hoje em dia muito rolo se dá por conta de fotos intimas que acabam caindo na rede, e uma vez que está na internet é muito difícil tirar de lá, com base nessa premissa escreverem o roteiro de “Sex Tape – Perdido na Nuvem” um casal que estava frustrado com sua vida sexual resolve gravar um vídeo sem saber que isso poderia ser visto por todo mundo, com medo que algo aconteça eles resolvem ir atrás de todo mundo que recebeu o vídeo, e isso inclui o pai, a mãe, o chefe e os amigos deles.

Continue reading “Sex Tape – Perdido na Nuvem (2014)”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 7 de outubro de 2016
0 comentários
fritos na hora
kyoto-taika-hen-densetsu-no-saigo-hen

Nota do pasteleiro: 4/5

Samurai X o Fim de uma lenda o Inferno de Kyoto (2014)

Samurai X é uma das minhas animações preferidas, adorava assistir pela Globo logo de manhã ou pelo Cartoon, naquela época a violência não tinha limites e ver sangue voando durante uma luta de espadas era comum para qualquer um, hoje em dia se isso acontecer acho que na manhã seguinte tem uma lista de pessoas na porta no dia seguinte solicitando que tirem do ar, bem criticas a parte, resolvi assistir no Netflix os dois filmes que faltavam para eu completar a trilogia, ambos adaptam a melhor saga do Anime

Continue reading “Samurai X o Fim de uma lenda o Inferno de Kyoto (2014)”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 6 de outubro de 2016
0 comentários
pingando óleo
16-31-2001-812x522

Nota do pasteleiro: 4/5

Luke Cage – 1ª Temporada

Quando se começou a falar sobre as séries do Defensores e os heróis que integrariam o grupo, sempre achei que o mais complicado de levar para o mundo das séries seria Luke Cage, afinal apesar de ser um personagem das antigas, criado em 1972 por John Romita, George Tuska e Archie Goodwin, ele só teve um destaque maior, pelo menos ao meu ver, após a saga Motim, que remodelou os novos Vingadores, e Brian Michael Bendis, que deu uma nova roupagem ao personagem. Voltando à série da Netflix, minha maior preocupação era por conta do repertório fraco do personagem, ele tinha poucas histórias grandiosas (minha preferida uma que saiu pelo Selo Max, na qual seu poder mal é explorado), além disso, a primeira impressão que tive do personagem na série da Jessica Jones foi bem ruim, e acabei perdendo ainda mais o interesse por ele.

Continue reading “Luke Cage – 1ª Temporada”

Postado por: Fábio Campos
Frito em 3 de outubro de 2016
0 comentários