pingando óleo
mais_forte_que_o_mundo_destacada-1024x576

Nota do pasteleiro: 2/5

Mais Forte que o Mundo

Finalmente fui assistir ao filme “Mais Forte que o Mundo” e confesso que minha expectativa estava confusa.

Isso porque, como é de conhecimento de todos (ou não), sou um fã inveterado de esportes de luta, em especial de MMA, tema que permeia o enredo do filme que retrata os conflitos interiores e interpessoais do lutador do UFC José Aldo, um dos meus ídolos.

298117
Zé loretto como José Aldo

Certo, mas se tudo caminhava para um ultra combo de suas afinidades, porque a confusão? Bom, eu assisti ao trailer e já não tinha gostado muito do que vi…

Dirigido por Afonso Poyart, o mesmo diretor de “2 coelhos”,  o longa busca uma concretização do subjetivo de forma tão pretensiosa que beira o bizarro. Em momentos de conflito interno são utilizadas personas como representações desses medos e angústias, o que torna toda a experiência muito, mas muito forçada (para não dizer “escrota”, vide o antagonista  da história que até bigodinho de irmão gêmeo do mal possui).

169263-mais-forte-que-o-mundo-a-historia-de-950x0-1
Antagonista pastelão

A péssima escolha de atores é um espetáculo a parte. Zé Loreto como José Aldo é visualmente discrepante, assim como Rafinha Bastos, um homem de 2 metros de altura, interpretando o lutador “Loro”, de 1.70m.

josealdo_1
Rafinha Bastos como Marcos Galvão, o Loro, e Zé Loreto como Aldo

Apesar disso, as interpretações não estão ruins. Aos olhos dos fãs de luta mais hardcore, percebe-se que o Loreto trabalhou muito bem a postura de Aldo, tanto em sua articulação social quanto em seu “jeitinho” de lutar.

marcos-loro-e-jose-aldo_arquivo-pessoal
Os verdadeiros Marcos Galvão “Loro” e José Aldo

Meu destaque para esse filme é o excelente trabalho de Cleo Pires, que interpreta Viviane, a esposa do protagonista.

20160503-mais-forte-que-o-mundo-papo-de-cinema-010-1024x683
Cleo Pires como Viviane

Filme OK, mas apenas isso, que se perde na tentativa de ser pretensioso demais.

 

Escrito por: Luiz Pierotti

Postado por: Fábio Campos
Frito em 20 de setembro de 2016
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *