fritos na hora
7249

Nota do pasteleiro: 4/5

Trumbo (2015)

Bryan Cranston é um daqueles atores, que sempre foi muito bom, mas nunca teve muitas chances, apesar de muita gente não ter reparado ele esteve em outras produções, mas como era sempre um coadjuvante acabamos sempre deixando a sua presença passar em vão, o seu estouro como um grande ator só veio através de Breaking Bad e com certeza merecida.

Trumbo serviu novamente para mostrar o grande talento desse ator, que está se tornando cada vez mais querido em Hollywood, o filme conta a história do roteirista Dalton Trumbo, interpretado por Bryan, um homem que foi caçado pelo governo por ter ideias comunistas, e por conta de suas atitudes acabou fazendo parte da lista negra da época, o que dificultou e muito para que ele conseguisse trabalho, porém através de seus contatos ele conseguiu trabalhar em produções menores sendo até mesmo premiado.

E ai vaia aparecer em Better Call Saul?

O que mais gostei do filme é a forma como ele não teve medo de mostrar como algumas figuras da época como o ator John Wayne (David James Elliott) e a colunista social Hedda Hopper (Hellen Mirren) que fazem de tudo para destruir a carreira de Trumbo. É interessante também quando aparecem as parecerias que o roteirista fez, como Kirk Douglas (Dean O’Gorman) em Spartacus e com Otto Preminger com quem fez o roteiro de Êxodos, dois clássicos.

Quem nunca?

Eu gostei muito do filme e achei uma produção muito bem feita e interessante, vale ainda a participação perfeita do John Goodman no filme, interpretando Frank King um produtor de filmes B que foi quem mais ajudou Trumbo quando ele estava sem emprego, enfrentando inclusive representantes dos governos. Vale muito a pena assistir especialmente para quem aprendeu assim como eu a gostar do Bryan Cranston.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 13 de setembro de 2016
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *