PASTEL DELIVERY
SoA_5

Nota do pasteleiro: 4/5

Sons of Anarchy – Série Completa

Alguns meses atrás eu havia acabado as minhas opções de série no Netflix, e queria uma que me atraísse e tivesse um contexto bem legal, no final entre tantas para se ver acabei caindo em Sons of Anarchy uma série que queria assistir faz anos, mas nunca conseguia, por não ter paciência de assistir semanalmente todos os capítulos, ou mesmo para baixar, já que são 7 temporadas, ou seja muito tempo baixando e caçando legenda e tudo mais, por isso quando vi que ela estava disponível no site, resolvi me arriscar e escolher a série.

 

Pois bem a série conta a história de Jax Teller (Charlie Hunnam), vice presidente de uma gangue de motoqueiros, fundada pelo seu falecido pai, e que agora é liderada pelo melhor amigo dele Clay Morrow (Ron Perlman), que também casado com a Gemma (Katey Sagal), entre os membros mais importantes da gangue estão Bobby Elvis (Mark Boone Junior), Tig (Kim Coates), Chibs (Tommy Flanagan) , Juice (Theo Rossi), Opie (Ryan Hurst), Piney (William Lucking) e Happy (David Labrava), a série como podem ver tem um elenco inchado e ainda conta com as participações do xerife picareta da cidade (Dayton Callie) e Tara (Maggie Siff) a ex-namorada de infância do Jax.

Eu simplesmente me viciei em Sons of Anarchy, é uma série que não deixa você ficar parado, a cada episódio acontecia alguma coisa, era uma sensação constante de ação, os personagens todos bem desenvolvidos, apesar de um elenco bem grande não tem como não se apaixonar por alguns desses personagens, ou mesmo odiar de todo coração outros, eu particularmente gostei muito do Tig e do Chibs, que ficaram muito bem caracterizados como motoqueiros, o criador da série é o Kurt Sutter que tem uma participação na série como o personagem Otto, outro personagem que gosto muito e que tem sempre as cenas mais bizarras da série.

Em termos de atuação é até difícil criticar pois todo mundo que está no elenco da série tem cara do personagem que vai interpretar todos os membros da gangue são pessoas que você realmente acha que são perigosas, a única exceção fica com o Jax, que tem um visual mais garotinho mimado, mas que na verdade é um dos mais agressivos e inteligentes membros do grupo, outra que merece destaque é a Katey Sagal que consegue com sua Gemma ir do céu ao inferno com suas maquinações. Outro ponto que merece destaque é que Kurt Sutter é meio parecido com o George Martin em relação a personagens, então quando dá a louca ou algum ator começa a querer sair da série é a senha para ele ser morto, e as mortes meus amigos, são emocionantes demais.

Em relação aos vilões na primeira temporada a tensão fica por conta da guerra entre as gangues, no caso os maiores rivais dos Sons, os Mayans uma gangue de motoqueiros formada por latinos, depois os irlandeses, nazistas, e chefões da máfia, a cada temporada somos apresentados a personagens mais perigosos e psicopatas, isso sem falar dos próprios membros da gangue, que apesar do discurso de união podem ser bem cruéis uns com os outros.

Tenho que recomendar a série, tirando a segunda temporada que é a mais fraca, em especial quando o elenco está na Irlanda, a série é muito consistente e é recheada de bons e emocionantes episódios, além disso os personagens são bem construídos e você consegue se importar com eles, mesmo quando eles agem como vilões. Eu quando terminei a série fiquei com aquele gosto de quero mais, querendo logo uma continuação mostrando os fundadores dos Sons, ou mesmo sobre os Mayans dois boatos que circularam muito por aí, e que com certeza ia gostar de conferir. Para as viúvas de Breaking Bad, fica aí uma boa dica, e se você gosta de moto é uma dica melhor ainda, pois tem muito desse universo na série, se você não é tão ligado nesse assunto também pode assistir de boa, nunca fui entusiasta do assunto mas mesmo assim adorei a série.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 9 de agosto de 2016
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *