pingando óleo
CRITICA_O_BOM_DINOSSAURO_A_VOLTA_DEFINITIVA_DA_PIXAR

Nota do pasteleiro: 3/5

O Bom Dinossauro (2015)

A Pixar sempre foi boa em animações, e sempre foi melhor ainda em emocionar com suas histórias, por isso o meu entusiasmo com sua mais recente produção era enorme. “O Bom Dinossauro” mostra um mundo em que o meteoro não caiu na Terra e os dinossauros e os humanos conviveram juntos, nesse mundo conhecemos Arlo, um pequeno apatossauro que vive com seu pai, sua mãe, sua irmã e seu irmão, sendo ele o menor dos filhos, um dia ele encontra um pequeno menino humano que acaba se tornando seu amigo.

O Bom Dinossauro tem diversos elementos que estão presentes em outras animações da Pixar, e também consegue ser emotivo, porém parece que falta algo para o filme se firmar, talvez parte disso se de por conta de Arlo, que acaba sendo um protagonista sem muito carisma, e os personagens coadjuvantes também não tem muita personalidade, o que torna a produção apesar de muito cativante em certos momentos, especialmente quando ela fala sobre família, ainda muito aquém das outras produzidas pelo estúdio.

Para mim é uma boa animação, tem momentos que encantam, mas falta um pouco mais de personalidade a história, talvez a Pixar tenha se acomodado e tenha começado a trabalhar no automático o que é uma pena, pois ela realmente é brilhante quando se esforça a ser.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 8 de junho de 2016
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *