fritos na hora
exmachinsert5

Nota do pasteleiro: 3/5

Ex-machina: Instinto Artificial (2015)

Interessante como hoje em dia dos roteiros, com poucos atores e que apostam mais na atuação que em tramas mirabolantes, saem ótimas histórias “Ex-Machina” é um dos exemplos dessa geração, com uma trama que lembra um pouco os livros futuristas de Issac Asimov.

O filme conta a história de Caleb (Domhnall Gleeson)um programador de uma grande empresa que tem a chance de passar um final de semana com o dono da companhia que trabalha, um homem chamado Nathan Bateman (Oscar Isaac), um homem recluso, conhecido por ser extremamente genial no campo da programação e além disso um grande empreendedor, é claro que essa oportunidade vem acompanhada de uma situação no mínimo inusitada, quando Caleb é convidado a testa a personalidade do modelo de inteligência artificial Ava (Alicia Vikander).

Se no último ano “Ela” nos fez questionar a fragilidade dos seres humanos na busca por compreensão, agora é a vez de novamente explorar o tema, só que de uma forma um pouco mais crua, mostrando a relação de Caleb com Ava, como uma espécie de experimento, e jogando visualmente a situação como a de um visitante de zoológico com um animal enjaulado, o filme consegue com méritos tocar em um tema interessante, é claro que ele abusa um pouco do estereótipo do empresário cruel para nos criar uma história triste, porém o roteiro sabe muito bem evoluir e desconstruir quando necessário.

Eu gostei muito filme, achei ele interessante, consegue ser sufocante, e prende a atenção, em especial quando mostra a relação entre os três protagonistas e como eles se enxergam naquele cenário, outro ponto a se destacar é o trabalho do diretor Alex Garland que foi inteligente em apostar em conduzir a trama através do ponto de vista do Caleb.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 5 de maio de 2016
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *