pingando óleo
banner-brooklyn-Brooklyn_Film_844x476

Nota do pasteleiro: 3/5

Brooklyn – 2015

Todos os anos ao assistir os indicados ao Oscar, sempre tem uma produção que acaba sendo uma tortura para acompanhar, esse ano acreditei que era “Brooklyn” uma produção com uma história bem simples ambientada em 1950, sobre uma imigrante irlandesa, que se muda para os Estados Unidos, e vive em conflito pelo fato da saudade que sente da sua terra natal e de sua família.

A trama tem como protagonista Saoirse Ronan conhecida por Hanna e Um olhar do Paraiso, aqui ela tem de interpretar uma menina que tem de logo cedo encarar as responsabilidades e se mudar para os Estados Unidos em busca de uma de sustentar sua família, lá ela acaba descobrindo um novo mundo, com pessoas interessantes e que de alguma forma também se tornam parte do que ela é. Bem um filme assim não parece muito interessante não é? Pois bem ele de fato não é, tem uma trama simples com atuações boas, mas que por conta de um roteiro que é simples, o longa acaba sendo arrastado e comum.

Quer um pouco de tédio?

Em alguns momentos me sentir como se estivesse ouvindo uma história de uma parente distante que sofreu alguns percalços quando se mudou para uma nova cidade, é mais ou menos assim que a história se comporta para mim, ela é tipo uma trama que explora mais os costumes de uma época distante, cheia de preceitos morais e cobranças. Me lembrou um pouco Educação, que tem uma construção meio semelhante.

Não achei o filme uma perda de tempo, mas para mim faltou um pouco mais de emoção e empatia na história, parece que a trama não conseguiu me impactar e a protagonista e seu dilema apesar de interessantes não me convenceram. É um filme interessante, mas nada de espetacular.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 12 de março de 2016
0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *