fritos na hora

Nota do pasteleiro: /5

FRITOS NA HORA – Força maior (2014)

Hoje em dia muito se fala sobre as mudanças da relação entre homem e mulher, como isso, de certa forma, evoluiu para alguns e para outros as coisas continuam do mesmo jeito ou até mesmo piores.

Porém, temos que concordar com uma coisa em relação a tudo isso, as mulheres de hoje em dia não são nem um pouco parecida com as de antigamente, que viviam para serem resgatadas, sendo apenas donas de casa, mesma coisa os homens que de trogloditas sem coração se tornaram mais emotivos, e perderam um pouco de sua frieza.

Força Maior” consegue, em seu enredo, surpreender com uma trama bem construída, relatando o caso de uma família de classe média alta que vai passar o final de semana em família nos Alpes franceses, mas o que era para ser um final de semana comum, cheio de harmonia, acaba se transformando em outra coisa, quando uma ameaça de avalanche faz com que Tomas (Johannes Kuhnke) tome uma atitude um tanto quando surpreendente em relação a sua família.

O que impressiona no longa, além da trama que para alguns pode parecer arrastada, é a forma como o papel do homem dentro da família é discutido, também é interessante reparar em como esse homem que nasceu nos anos 70/ 80 é retratado, seria Tomas um exemplo dessa geração?

Essa pergunta, e também a relação do instinto de sobrevivência com a atitude do protagonistas, são alguns dos pontos que gostei no filme. O diretor Ruben Östlund conseguiu, com uma situação no mínimo curiosa, criar várias vertentes para se discutir e também soube fazer os personagens se desenvolverem de maneira interessante, sem pintar ninguém claramente como certo ou errado em seu ponto de vista.

A cada momento somos levados a enxergar um pouco o que os personagens pensam sobre o assunto, e até nos faz pensar o que faríamos na mesma situação. Será mesmo que a resposta mais “altruísta” é que nos guiaria? Com certeza uma ótima pedida para quem quer assistir uma produção fora do eixo e que nos faz pensar mais profundamente

Nota do Fábio Campos – 8,0

Postado por: Fábio Campos
Frito em 21 de agosto de 2015
0 comentários
fritos na hora

Nota do pasteleiro: /5

FRITOS NA HORA – Elsa e Fred (2014)

Elsa e Fred é um filme argentino muito bonito e que fez sucesso muitos anos atrás; Para vocês terem uma noção, o filme é de 2005 e conta a história de dois velhinhos, um senhor rabugento que vive brigando com a filha e o marido interesseiro dela, e sua vizinha, uma velhinha de bem com a vida, que passa os dias contando histórias e vivendo intensamente.

Infelizmente ainda não pude conferir a versão dos nossos irmão argentinos e acabei me deparando com a refilmagem americana na qual o papel de Elsa ficou com a veterana Shirley MacLaine, que já atuou no clássico “Laços de Ternura”. Contracenando com ela, no papel de Fred, temos o premiado Christopher Plummer, nem preciso dizer que esses dois atores fazem uma dupla muito interessante, fazendo os momentos onde atuam juntos serem os mais legais e bonitos do filme.

Diferente do pessimista de “Amour” que contava o final de uma história de amor, “Elsa e Fred” vai por um caminho diferente e tenta explorar que a paixão pode existir em todas as idades, e que talvez ela possa ser responsável por fazer as pessoas reavivarem o amor pela vida que tanto é necessário na velhice.

Eu gostei muito do filme, achei um pouco curto mas nada que atrapalhe no desenvolvimento dos personagens. O final, apesar de triste, não chega a nos deixar mal, e consegue nos mostrar que as vezes o mais importante é esquecer o nosso mundo e se deixar levar um pouco mais pela fantasia e pelo romance.

Nota do Fábio Campos – 8,0

Postado por: Fábio Campos
Frito em 17 de agosto de 2015
0 comentários
fritos na hora

Nota do pasteleiro: /5

FRITOS NA HORA – Intriga Internacional (1959)

Não me lembro de ter assistido outro filme estrelado pelo astro Cary Grant, o conhecia por seu talento sempre citado por historiadores do cinema ou pelos amantes de filmes antigos, por sorte o primeiro longa que vejo com sua participação é “Intriga Internacional”, uma obra prima dirigida pelo mestre do suspense Alfred Hitchcock, que aqui resolve trabalhar com o tema de espionagem e ação.

O longa, como eu, disse é estrelado por Cary Grant, fazendo o papel de um publicitário que um dia acaba confundido com um agente, sendo procurado em todos o país, o que faz parecer que sua única chance de sobreviver seja se aventurar nos braços de uma linda loira.

Bem, como não poderia de deixar de ser, o filme é uma ótima produção. Claro que ele sofre um pouco com o tempo, alguns dos recursos utilizados no filme se tornaram manjados, assim como algumas situações que vistas hoje parecem absurdas, porém mesmo levando isso em conta, o roteiro é bem caprichado, o que consegue dosar bem as cenas de ação com momentos de drama e comédia. Consegue, de maneira bem amarrada, manter a história interessante.

Eu recomendo o filme como um ótimo filme de ação, o roteiro se desgastou um pouco com o tempo apesar de original na época e com uma trama bem interessante. Hoje em dia esse plot de homem inocente envolvido em grande conspiração acabou virando uma tendência, o que acaba fazendo o longa perder um pouco do seu charme, porém nada disso impede uma boa dose de diversão e tensão ao assistir o filme.

Nota do Fábio Campos – 8,5

Postado por: Fábio Campos
Frito em 14 de agosto de 2015
0 comentários
TOP PASTEL

Nota do pasteleiro: /5

TOP PASTEL – Os piores destinos para as férias

Início do ano é momento de tirar férias e escolher os melhores locais para viajar, para isso selecionei alguns dos piores locais do mundo do cinema e das série. Tentem evita-los, ou arrisquem esses destinos por sua conta e risco.

1. Um relaxada na hospitaleira Woodbury – Walking Dead

Em um mundo caótico no qual os zumbis tomaram conta de quase tudo, porque não buscar o conforto na linda cidade de Woodbury, um local cercado por pessoas hospitaleiras e gentis, como o adorável Governador Phillip Blake? Não bastasse isso, a cidade tem um dos esportes preferidos da América, a arena de zumbis, na qual você pode ter a chance de desafiar um zumbi em uma luta até a morte, bem ao estilo dos gladiadores. E se tiverem sorte, podem almoçar com o querido Governador, na companhia da sua bela filha Penny, e juntos desfrutar de uma ótima conversa com o prato suculento que é especialidade da casa.

2. Uma viagem para o interior em Jerusalém’s Lot – A hora do Vampiro

Se você é uma pessoa que adora cidades do interior talvez deva conhecer a bela Jerusalém‘s Lot, uma comunidade formada por pessoas de bom coração! A cidade conta com várias construções históricas como a bela Mansão Marsten, e lá pode conhecer os seus atuais proprietários, os simpáticos Straker e Barlow, que preferem que as visitas ao belo local sejam feitas a noite, por conta da luz do luar que deixa a vista mais bela. Você também pode acompanhar as missas orquestradas pelo padre Callahan. A cidade apesar de muito hospitaleira e com uma vida noturna muito agitada, não incentiva o surgimento de pessoas muito religiosa.

3. Conhecer as belas crianças de Midwich.- Cidade dos Amaldiçoados

Gosta de crianças? Que tal conhecer as meninas e meninos prodígios de Midwich? Nesse lindo vilarejo nasceram, há alguns anos, belos bebês que acabaram se tornando jovens crianças, com lindos cabelos platinados e olhos vermelhos, esses meninos e meninas que poderiam ter ódio desse exposição em demasia que sofrem, adoram acolher novas pessoas à cidade. Quem chega não fica com vontade nenhuma de ir embora, e só tem o desejo de ficar mais perto dessas belas crianças, servi-las e fazer o necessários para deixa-las felizes.

4.Se refrescar um pouco no Lago Cristal – Sexta-Feira 13

Agora, se você não é um careta e quer mesmo é diversão e muitas festas regradas a álcool, muitas drogas e sexo, talvez encontre o que procura no majestoso lago Cristal, um belo local com vegetação abundante aonde por anos jovens e mais jovens vem desfrutar o seu tempo livre. Além disso, o local permite muita atividade esportiva e vocês podem fazer natação, corrida e talvez até brincar de hóquei as margens desse lago.

5. Um descanso exclusivo durante o inverno no Hotel Overlook – O Iluminado

Está pensando em ter um tempo só seu nas suas férias? Cansado da mulher e dos filhos falando no seu ouvido? Bem, que tal aproveitar o seu merecido descanso em um dos hotéis mais lindos do Colorado, o Hotel Overlook? Excepcionalmente esse ano vão deixar que alguns sortudos desfrutem de suas acomodações durante o inverno, e para o caso de emergências o hotel ainda deixará o seu funcionário mais querido, Jack Torrence, cuidando do hotel para auxiliar em qualquer situação. A administração recomenda a estadia no quarto 237 que representa tudo o que o estabelecimento tem de melhor. Caso fiquemos sem vagas o hotel Dolph nos cedeu gentilmente o quarto 1408 em Nova York, como cortesia aos hóspedes.

6.Aproveitar a deliciosa praia de Amity – Tubarão

Então você é um cara que adora as praias? Que tal conhecer Amity, uma pequena cidade litorânea com uma linda praia e que recebe milhares de turistas todos os ano? O local é muito apreciado na região e se tornou um marco pela sua segurança e pelas suas águas que além de limpas são muito seguras segundo o xerife Brody. O prefeito da cidade recomenda que venham no feriado de 4 de julho, época em que a cidade está mais movimentada e cheia de atrações. Se você gosta de nadar com golfinhos, a cidade oferece uma opção bem mais ousada.

7.Conhecer o belo museu de cera da cidade de Ambrose – A casa de cera

Que Madame Tussauds que nada, o melhor museu de cera fica em Ambrose! Administrado pelos irmãos Sinclair, o museu de cera é um achado, feito com figuras não tão famosas, masmo que surpreende mesmo é o realismo das obras, algumas nos deixam com o sentimento que os olhos estão se mexendo e outras parecem emitir ruídos. A técnica os irmãos não revelam, e quem vai ao local fica encantado com o que vê. Se você estiver viajando pelo EUA não pode perder a chance de conhecer esse belo local, os irmãos avisam que quanto mais gente vier, maior será a demanda de esculturas que eles farão. Então que tal ajudar a aumentar esse acervo?

8.Ver a bela paisagem do deserto de Perfection – O Ataque dos Vermes Malditos

Você gosta mesmo é de conhecer um belo deserto? Que tal então explorar a região de Perfection, Nevada? Uma linda cidade do interior que conta com um povo hospitaleiro e com a possibilidade de explorar a imensidão da paisagem. O aspecto rustico do local permite ainda acompanhar os curiosos tremores que acontecem na cidade. Com certeza você vai se apaixonar pelo ambiente, e nós recomendamos que vocês façam a viagem de helicóptero para visualizar toda beleza local.

9.Levar a família para conhecer o belo Jurassic Park – Parque dos Dinossauros

O grande empresário John Hammond convida a todos que estão cansados dessas parques comuns como a Disneyworld a conhecer a mais nova atração que vai fazer você e sua família voltarem no tempo, que tal dar a oportunidade à sua família de conhecer dinossauros de verdade? Pois bem, com uma grande equipe e com a melhor segurança que o dinheiro pode comprar, o empresário garante que não poupou despesas para oferecer o que há de melhor em termos de qualidade em entretenimento e alimentação. Conheça de perto o poderoso T-Rex e os ardilosos velociraptors. Podem trazer toda a família, temos as melhores acomodações, com travas que até os animais do parque podem abrir, e banheiros espalhados por todo parque para alcançar a necessidade do publico.

10.Conhecer um pouco da história na Transilvânia – Drácula

Vocês gostam de lendas? Bem, que tal usufruir da região com a maior delas? Uma viagem a bela Transilvânia vai garantir ao seu casamento aquela dose de emoção que faltava! Se você quer impressionar sua mulher ou namorada, pode ainda leva-la para conhecer o formoso castelo que pertenceu ao salvador Vlad Taps, um dos locais mais lindos da região, além de, quem sabe, conhecer o misterioso conde dono do castelo. Caso queiram fazer esse passeio, é necessário conversar com o Senhor Renfield antes para agendar uma visita, que deve ser realizada durante a noite.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 13 de agosto de 2015
0 comentários
fritos na hora

Nota do pasteleiro: /5

FRITOS NA HORA – Amaldiçoado/Horns (2003)

Nesse último final de semana, quando me deitei para dormir, me deparei com uma bela de uma insônia e a velha ideia me veio à cabeça: bora assistir um filme no Netflix, Luiz? Claro, por que não! E foi ai que assinei minha sentença de chateação.

Ao vasculhar os filmes recentemente adicionados me deparei com Amaldiçoado, um filme estrelado por Daniel Radcliffe, cuja sinopse fala sobre um acusado de homicídio que em determinado momento ganha chifres em sua testa (não, não são chifres conjugais) e após isso passa a ver o pecado das pessoas que o rodeiam.
Poxa, ótimo, parece uma trama interessante! Mas não, não era!

De Alexandre Aja, o mesmo diretor de “Piranhas 3D”, o filme realmente trilha pela trama descrita acima, mas de modo desconexo, para não dizer estúpido.

Tudo começa com um In Medias Res (como diriam os romanos), quando conhecemos Ig (Daniel Radicliffe), um jovem adulto perseguido pela polícia, mídia e opinião pública devido ao homicídio de sua ex-namorada Merrin (Juno Templo), assassinato esse negado pelo rapaz, que busca esquecer o trauma em copos e mais copos de bebida.

Porém, a reação de Ig parece muito forçada, assim como os flashbacks de sua infância (onde conheceu a defunta), forçadamente inserido num mundo infantil fantasioso e difícil de acreditar.
O desenvolvimento do protagonista com os demais personagens do filme é raso e parece ter sido interpretada de muita má vontade pelo ator.

Uma outra crítica cabível é a de que detalhes do roteiro são esquecidos ao longo da trama, como por exemplo os poderes que o tal chifre lhe confere que, durante o filme, são ignorados em momentos que seriam necessários para uma maior veracidade da história.

O elenco é apagado (tendo apenas a presença de Radcliffe como astro conhecido) e o gênero do filme não parece se encontrar, parecendo, por vezes, um drama, as vezes uma comédia, fantasia e até mesmo um filme trash podreira.

Por fim, o final do filme é simplesmente ridículo e dá vontade de colocar o almoço para fora. Uma grande baboseira “dramalhonica” com direito a transfiguração física e um vilão estupidamente dissimulado e trapaceiro, que seria melhor interpretado pela minha unha encravada do dedão direito.

Tem alguma coisa boa no filme? Tem, a trilha sonoro, só que nela é clara a referencia dada a Cristiane F., filme que está a galáxias de distância deste em termos de qualidade.

Nota de Luiz Pierotti 2,0

Postado por: Fábio Campos
Frito em 12 de agosto de 2015
0 comentários
Pastelariacast

Nota do pasteleiro: /5

Filipecast #1

78564878

Postado por: Fábio Campos
Frito em 4 de agosto de 2015
0 comentários