BORDA DO PASTEL

Nota do pasteleiro: /5

BORDA DO PASTEL – Alien vs Predador

Tem filmes que são gerados de idéias de fãs, “Alien vs Predador“, acho que foi criado com esse propósito, creio que a sua criação é totalmente baseada naquelas conversas de fãs sobre quem ganharia numa luta. O primeiro filme já tinha uma história fraca, O único destaque no filme era o ator Lance Henriksen da antiga série Millenium, e que até novela na Record chegou a fazer, sério mesmo, ele fez “Os Mutantes”. Pois bem, a idéia ainda gerou um segundo filme, ainda pior que o primeiro, mas não vamos se ater somente a isso. O filme teve um pouco de sucesso pelas franquias “Predador” e “Alien” ambas de grande sucesso, com a segunda tendo melhores filmes. Vendo que o filme ia sair e se aproveitando do sucesso o pessoal da “The Asylum”, resolveu aproveitar a idéia e lançou “Alien vs Caçador”, nem preciso dizer que o filme ficou tão ou mais toco que o original.
Abaixo vamos ver os cartazes e trailer dos filmes e vocês mesmo podem decidir qual foi o pior.

O ORIGINAL

A VERSÃO “THE ASYLUM”

Viram as incríveis semelhanças? Até mesmo na capa podemos perceber a chupada. Queria entender como podem copiar tanto um filme e não serem processados.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 30 de dezembro de 2010
0 comentários
TOP PASTEL

Nota do pasteleiro: /5

TOP PASTEL – Atores de um Papel só

O top Pastel dessa semana é para homenagear os atores que ficaram presos em um só personagem, poderia citar aqui todo o elenco de “Guerra nas Estrelas” (com exceção do Harrison Ford), mas resolvi pesquisar um pouco e encontrar atores de um papel só.

5. Carl Weathers – Apolo Creed: Acho que esse quando anda pelas ruas as pessoas gritam “Apolo”, isso porque o filme “Rocky” que ele apareceu foi há muito tempo. Lembro dele em alguns outros filmes como “Predador” e “Um Maluco no Golfe” e nos dois ele morre, como morre também nas mãos do “Ivan Drago”. Tem a síndrome do personagem que sempre morre.

Aqui a última luta do Apolo:

4. Judd Nelson – John Bender : Clube dos cinco foi um dos meus filmes preferidos dos anos 80, o engraçado do filme é que ninguém ali fez muito sucesso depois daquilo, Emilio Estevez , Molly Ringwald, Ally Sheedy , Anthony Michael Hall e Judd Nelson. Se você perguntar a qualquer adolescente hoje em dia, ou mesmo entre os adultos ninguém vai lembrar quem são essas pessoas, a escolha do Judd se deve ao fato do personagem dele ser praticamente o principal do filme, depois desse filme ele praticamente saiu do cenário dos filmes.

Abaixo os melhores momentos do personagem em Clube dos Cinco:

3. Christopher Lloyd – (‘Doc’) Emmet Brow: Christopher Lloyd tinha aparecido no ganhador do Oscar “Um Estranho no Ninho”, um brilhante filme com um elenco muito bom. Fez alguns filmes depois disso, mas foi em 1985 que acabou fazendo o papel pelo que todos lembram dele o famoso “Doc. Brow” da trilogia “De Volta para o Futuro”. Depois desse o único filme que podemos lembrar dele é o bom “Família Addams”, mas o coitado estava tão zoado de cabeça raspada e visual de louco que muita gente acabou não reconhecendo ele.

Essa é a clássica 1.21 Giga Watts!?!

2. Ralph George Macchio – Daniel Larusso: Esse é clássico, só fez sucesso eme “Karate Kid” e depois ele sumiu, eu por muito tempo achei que ele era o “Ray Romano” devido à semelhança entre ambos, mas no fim acabei por descobrir que ele simplesmente nunca mais fez um filme de destaque, talvez o único filme dele pós Karate Kid, seja a comédia de tribunal “Meu Primo Vinnie”, mas sinceramente nem me lembrava dele no filme, e olha que ele é um dos principais, vai ver é porque eu adoro ver o “Joe Pesci” falando daquele jeito irritado e com a língua presa que nem prestei a atenção.

Aqui a melhor cena do filme, com o o golpe ridículo rs , mas eficaz:

1. Mark Hamill – Luke Skywalker: O símbolo da categoria, ou vai dizer que alguém pensou que eu não ia deixar de citar ninguém do elenco de “Guerra nas Estrelas”, acho que de todos da lista o que mais ficou marcado pelo papel foi ele, nunca mais vi em nenhum filme, e começou a dublar desenhos. Deve descolar uma grana enorme com convenções também, pois os fãs de “Guerra nas Estrelas” são os mais fanáticos que já vi.

Luke eu sou seu pai:

Esse foi o Top Pastel da semana, quem tiver sugestões ou quiser opinar em algo, deixa um recado nos comentários. Abraço.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 28 de dezembro de 2010
0 comentários
PASTEL ESPECIAL

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL ESPECIAL – Filmes da DC

Quando o assunto é DC, creio que o melhor filme produzido em termos de quadrinhos foi produzido por eles, apesar de terem feito algumas bombas, com certeza acertaram em cheio ao contratar o Christopher Nolan para dirigir “Batman Begins”, um bom filme, utilizando de um vilão mais desconhecido, nesse caso Ra’s Al Ghul, mas que soube bem dosar a ação e o enredo.
Porém nós veríamos todo potencial do diretor no filme “Cavaleiro das Trevas“, que com certeza foi o melhor filme produzido com base em heróis de quadrinhos, desta vez utilizando do Coringa, um vilão conhecido, e bastante querido pelo público, o filme foi um sucesso com uma história perfeita, a morte de Heath Ledger ainda aumento a popularidade e dignificou mais o filme, rendendo inclusive um Oscar póstumo ao ator.

Um ótimo filme que com certeza tem que estar na coleção de qualquer fã de quadrinhos.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 27 de dezembro de 2010
0 comentários
PASTEL DE JILÓ

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL DE JILÓ – Filmes da DC

Semana passada eu falei das HQ da Marvel e como produziram filmes bons e alguns de gosto duvidosos, a DC concorrente da Marvel também seguiu o mesmo caminho, produzindo verdadeiras bombas como os filmes “Batman: Eternamente” e “Batman e Robin”, mas para mim o pior filme é um que teria tudo para ser um sucesso, um filme meio obscuro e que passou algumas vezes no SBT o filme se chama “Liga da Justiça da América”, o filme é cheio de absurdos com um vilão muito idiota e cheio de “defeitos especiais”, abaixo tem um trecho desse horroroso filme de 1997. Entre os personagens dos quadrinhos temos o Flash, Ajax (Caçador de Marte) e Lanterna Verde.

O filme é muito ruim, acho que é pior que Elektra ainda e as atuações são tenebrosas, só assista se tiver realmente coragem.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 26 de dezembro de 2010
0 comentários
KARAOKÊ DO PASTEL

Nota do pasteleiro: /5

KARAOKÊ DO PASTEL – Jude Law e Matt Damon cantando Panamericano

Esse é um especial que pode ter maior duração conforme forem surgindo curiosidades com atores cantando. Uma das músicas do momento é a famosa Panamericano, pois bem, essa música é antiga e muito famosa na Itália é e conhecida como Tu Vuò Fa L’americano, a grande graça é que ao assistir ao filme “O Talentoso Ripley” esse final de semana na maratona de filmes que estou fazendo, me deparei com a cena abaixo, que o @viniciusmanriq já havia comentado, reparem na letra da música e na atuação de Jude Law e Matt Damon. A tradução da música pode ser vista aqui.

Versão tocada nas rádios:

Postado por: Fábio Campos
Frito em 25 de dezembro de 2010
0 comentários
MODA DA CASA

Nota do pasteleiro: /5

A MODA DA CASA – Adolescentes que querem sexo

Quando se é adolescente o que mais queremos? Bem em 90% dos casos a resposta é sexo. Então há muitos anos atrás, e coloquem muitos nisso, Hollywood em sua tentativa de atingir os milhares de adolescentes pelo mundo, resolveu investir nesse mercado. Imagine uma reunião com vários produtores de filmes e diretores e surgem as seguintes observações:

– Vamos fazer um filme que mostre uma turma de colegiais buscando sexo.

– Sim, isso mesmo, ai podemos colocar nerds, valentões, esportistas e várias gostosas nos filmes.

– Ótimo e para fechar vamos fazer cenas escatológicas e mostrar peitinhos.

Pronto assim surgem à lista de filmes abaixo, que se façam as pornochanchadas americanas, ou melhor, os filmes de adolescentes.

Filmes de adolescentes que só pensam em sexo

Porkys

Acredito que esse filme é um dos primeiros do gênero e um dos que mais me marcou, filmado em 1981, a história é cheia de mulher peladas, um bordel que inclusive da nome a história, O filme teve ainda duas continuações Porky’s II: O dia seguinte e Porky’s III: Porky’s contra ataca, no primeiro filme a única atriz conhecida é “Kim Cattrall” que anos depois viria a ficar famosa no seriado “Sex in the City”, como a liberal Samantha.

Férias do Barulho

Sei que existiram muitos filmes de sexo adolescente depois desse, mas outro de destaque para a galeria do A Moda da casa é um que foi até citado esses dias aqui. O filme segue a mesma linha e uma das cenas clássica é a da prima Shirley e sua estranha religião.

Abaixo segue a cena que falei, e ainda dublada:

American Pie

Esse foi sucesso logo que saiu me lembro quando passou na “Tela Quente” e meus amigos faziam rodinhas comentando as cenas de sexo, e falando quem cada um parecia. O filme teve várias seqüência sendo “American Pie 2: A Segunda Vez é Melhor Ainda” e “American Pie: O casamento” os que mantiveram o elenco principal, após esses saíram ainda “American Pie: Tocando A Maior Zorra”, “American Pie: O Último Stifler Virgem”, “American Pie – Caindo em Tentação” e “American Pie – O Livro do Amor”.
Uma coisa a destacar é que o personagem de Steve Stifler interpretado por Seann William Scott acabou fazendo sucesso sendo as continuações cada vez mais voltadas para ele e sua família, inclusive sua mãe rs.

Caindo na Estrada

Aproveitando o embalo de American Pie, vários filmes seguiram a linha que pareceu fazer sucesso entre os jovens; “Caindo na Estrada” seguiu essa linha. O interessante é a presença de Seann William Scott no filme, praticamente reprisando o seu papel no filme, a cena da lanchonete para mim é uma das mais nojentas do cinema, e mostra bem como devemos ser educados com os garçons.

Passaporte para a Confusão

Não sei vocês, mas eu sempre confundo “Passaporte para a Confusão” com Caindo na Estrada, acho que é porque os dois filmes têm a mesma história. O filme tem algumas cenas mais ousadas, e no fim acaba sendo outro que entrou na onda do American Pie.

Superbad é Hoje

Esse filme tem um humor mais leve, o tema é o mesmo dos anteriores, mas pelas piadas e o por ser mais moderninho foi considerado mais “cool” creio que a presença de atores como “Michael Cera”, “Jonah Hill” e “Christopher Mintz-Plasse” deram esse ar ao filme, mas ainda podemos ver um pouco das cenas quase eróticas e das situações escatológicas dos filmes do gênero. Uma cena legal é a que mostra a obsessão do personagem de Jonah Hill pelo órgão reprodutor masculino.

Clube das Lobas

Seguindo a tendência de mulheres mais velhas atraírem atenção dos mais jovens, resolveram fazer um filme só voltado para o assunto, a história é bem besta, com um elenco cheio de atores de filmes B, as cenas de sexo são sempre a pedida maior do filme.

MILF 2010

Clube das Lobas não foi um grande sucesso mas com certeza despertou a atenção da nossa amiga “The Asylum” para o mercado de filmes assim, pois ela foi lá e juntou diversos filmes e fez MILF 2010, para quem não sabe o que é MILF, não é o titio Pasteleiro que vai explicar, só posso dizer que está ligado com mulheres mais velhas.

Bem é isso ai, quem tiver mais sugestões de filmes do tema dessa semana, escreva no comentário que posso atualizar no blog.

Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários
PASTEL DE BANANA

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL DE BANANA – Meryl Streep

Sempre que vou fazer um Pastel de Banana aqui na pastelaria, é um trabalho de pesquisa, pois tenho que achar um meio termo, pois o ator tem que ser famoso e ter tido uma carreira sólida para poder escrever algo sobre ele, as vezes não julgo nem a qualidade do filme, mas a diferença do projeto em questão, um exemplo que me impressiona é quando um ator ganhador do Oscar, logo após o prêmio resolve fazer um filme estilo “Sessão da Tarde”, bem fiz toda essa abertura, para poder justificar o Pastel de Banana, não acho esse filme terrível, só acho que foi uma escolha curiosa para o papel.
A atriz em questão é a premiadíssima e para mim uma das grandes atrizes americanas: Merryl Streep.

Em 1989, após ter feito vários filmes de sucesso em sua longa carreira, ela ganho o Oscar em 1978 por “Kramer vs Kramer” e em 1982 por “Escolha de Sofia”, ela resolve encarar uma comédia despretensiosa e sem muitos atores famosos, o filme chamado “Ela é o Diabo”, é praticamente um conto a favor do feminismo e conta a história de uma mulher traída, a história é muito boa, e a atuação de Streep no filme é muito boa, mas o que impressionou foi a presença dela no filme, como uma coadjuvante, sendo que quem rouba a cena no filme é a desconhecida para nos brasileiros Roseane Barr.

Como disse no início, o filme não é uma bomba, mas é engraçado ver uma grande atriz num filme com uma história de filme da Sessão da Tarde. Abaixo segue o trailer:

Lembro que eu morria de nojo dessa pinta na cara da personagem da Roseanne Barr.

Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários
Massa de Pastel

Nota do pasteleiro: /5

MASSA DE PASTEL – Heath Ledger e Joseph Gordon Levitt

Um é um grande ator, que teve um início com filmes fracos, e que aos poucos foi conseguindo espaço na categoria de grandes atores, e que infelizmente no seu auge acabou morrendo, já o outro é um ator relativamente novo, que trabalhou em televisão durante anos na série de comédia “Third Rock From the Sun”, e agora vem se destacando por filmes como “500 dia com ela” e “A Origem”, os atores parecidos em questão se vocês ainda não mataram (trocadilho infame me desculpem) é o falecido Heath Ledger e o ator em ascensão Joseph Gordon Levitt.

A curiosidade é que ambos trabalharam juntos num filme bobinho, mas que eu gosto muito, chamado “10 coisas que odeio em Você”, que tem a clássica cena abaixo, um dos meus momentos preferidos e que lembra muito as comédias do anos 80 do John Hughes.

Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários
TOP PASTEL

Nota do pasteleiro: /5

TOP PASTEL – Animais Diabólicos

O Top Pastel dessa semana vai tratar de animais, não os mais fofinhos, mas sim os mais bizarros do cinema, aqueles que te fizerem tremer a noite.

5.General: Esse vem do filme “Olhos de Gato”, o bichano em sim não é perigoso, mas ele gera cada história maligna. No filme temos a jovem Drew Barrymore que interpreta uma menina atormentada por uma estranha criatura e James Woods como um homem que tenta deixar de fumar, ainda tem mais uma história sobre um mafioso traído pela esposa.

4.Rottweiler da Profecia: “Profecia” é um dos clássicos do terror a raça de cães Rottweiler ganhou parte da sua fama de violento, pelo filme, o cachorro era retratado como um servo do anticristo.

3.Cão branco: “Cão Branco” é um filme muito bom, antigo e pouco conhecido, e nos trouxe um dos cães mais violentos, porém mais tristes que eu já vi. Esse para mim é a versão canina do monstro de Frankenstein.

2. Cujo: “Cujo”: Esse é o famoso filme do São Bernardo raivoso, eu já li o livro que é diferente e vi o filme, gostei muito do filme, a tensa que passa no filme é assustadora.

1. Winston Churchill e Zowie: O filme “Cemitério Maldito” e sua sequencia “Cemitério Maldito 2”, são os que possuem os animais mais demoníacos do cinema, por isso essa posição na lista, ou vai dizer que queria um gatinha como Churchill ou uma cadela zumbi como Zowie.

Para quem ainda não reparou existe uma coisa em comum em alguns filmes, eu como fã do escritor Stephen King tenho de comentar Cujo, Olhos de Gato, Cemitério Maldito são todos os filmes são baseados na obra desse escritor, será que ele teve algum trauma com animais? Parece que sim.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 18 de dezembro de 2010
0 comentários
BORDA DO PASTEL

Nota do pasteleiro: /5

BORDA DO PASTEL – 2012 e suas cópias

O Borda de Pastel dessa semana é uma homenagem a você meu caro leitor, que um dia numa locadora qualquer de filmes, ou mesmo na internet quando foi baixar um filme, foi enganado pela capa ou o nome do filme. Existe uma produtora especialista em te enganar, muitos podem saber de quem estou falando, mas outros ainda são leigos e podem cair no golpe da já quase famosa “The Asylum“.

Por isso, todo semana estarei postando filmes da The Asylum, e em qual foi baseado, botando trailer deles para que vocês possam comparar.

O filme “2012” é muito ruim, mas isso não impediu o pessoal de copiar, isso ainda porque foram duas vezes que imitaram a idéia.

Abaixo segue o original:

CÓPIAS

2012: Doomsday” ou “2012: O ano da Profecia

2012: Supernova

A primeira cópia parece mais o filme original, já segunda tenta ser mais dinâmica , o engraçado é que nesse caso todos os filmes são ruins, o original e as cópias.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 17 de dezembro de 2010
0 comentários