OUTROS

Nota do pasteleiro: /5

ESCLARECIMENTOS

Em virtude de algumas modificações e dá falta do pessoal do suporte estou atrasado na minha programação. Com isso esta semana pretendo por em dia a programação. Provavelmente na quinta estarei postando as seções que faltam e ainda o material da semana. Agradeço a todos.

Quero também informar que o Pastelaria Filmes, estará entrando em um novo patamar com algumas promoções e com um conceito de layout mais arrojado, este também um dos motivos da demora dos posts.

Grato

Pasteleiro e Equipe

Postado por: Fábio Campos
Frito em 29 de outubro de 2008
0 comentários
PASTEL DE JILÓ

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL DE JILÓ – Final do Mundo





O pastel de Jiló dessa semana é para um filme que estava em cartaz no cinema até pouco tempo. Eu admiro filmes assim são os únicos que ainda me dão pesadelos, pois tratam do inevitável vamos lá:



Gênero: Filmes – Em que o mundo quase acaba

Fim dos Tempos



Ficha Técnica

Título Original: The Happening

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 91 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 2008

Site Oficial: www.fimdostempos-ofilme.com.br

Estúdio: 20th Century Fox Film Corporation / Barry Mendel Productions / Spyglass Entertainment / Blinding Edge Pictures / UTV Motion Pictures

Distribuição: 20th Century Fox Film Corporation

Direção: M. Night Shyamalan

Roteiro: M. Night Shyamalan

Produção: Barry Mendel, Sam Mercer e M. Night Shyamalan

Música: James Newton Howard

Fotografia: Tak Fujimoto

Desenho de Produção: Jeannine Claudia Oppewall

Direção de Arte: Anthony Dunne

Figurino: Betsy Heimann

Edição: Conrad Buff IV

Efeitos Especiais: Industrial Light and Magic / CafeFX / The Third Floor / Quantum Creation FX



Sinopse

Em questão de minutos estranhas mortes ocorrem em várias das principais cidades dos Estados Unidos. Elas coincidem em dois pontos: desafiam a razão e chocam pelo inusitado com que ocorrem. Sem saber o que está ocorrendo, o professor Elliot Moore (Mark Wahlberg) apenas quer encontrar um meio de escapar do misterioso fenômeno. Apesar dele e sua esposa Alma (Zooey Deschanel) estarem em plena crise conjugal, os dois decidem partir para as fazendas da Pensilvania juntamente com Julian (John Leguizamo), um professor amigo de Elliot, e Jess (Ashlyn Sanchez), a filha dele de 8 anos. Lá eles acreditam que estarão a salvo, o que logo se mostra um equívoco.

Realmente o nome diz o filme, vi esta película uns dias atrás. Acho M. Night Shyamalan um diretor criativo com suas histórias, gostei até mesmo “Dama da Água” filme que muitos acham fraco, agora o complicado é engolir o que acontece nesse filme, os atores são péssimos a trama é cheia de furos, os motivos dos personagens são absurdos.

Bem tenho uma comparação perfeita para esse filme, é aquele jornal antigo, eu lia sempre na banca ao caminho da escola isso há muito tempo atrás, chamava Notícias Populares, o jornal tinha um conteúdo fraco, em que a única coisa que tinha algum valor eram as imagens, geralmente de sangue e tripas, esse filme é a mesma coisa, o pôster daria um excelente quadro e algumas cenas são visualmente chocantes, mas é só isso. Não consigo acreditar que a pessoa que escreveu “Sexo Sentido”, fez esse filme. A cena em que Mark Wahlberg fala com uma planta, isso mesmo ele fala com uma planta, é ridícula. Não percam tempo dinheiro e nem nada mais com esse filme.

Nota do Pastel: Esse filme é muito ruim, não serve nem para levar a namorada no cinema para dar uns beijos, pois tem umas cenas muito fortes e vai estragar o clima. Nem como filme trash se encaixa. Prefira ver Sessão da Tarde do que isso.


Postado por: Fábio Campos
Frito em 27 de outubro de 2008
0 comentários
FALTOU UM PEDAÇO

Nota do pasteleiro: /5

FALTOU UM PEDAÇO – Camisa de Força

O filme dessa semana é Camisa de Força, o filme segue a mesma linha de “Efeito Borboleta” e “Donnie Darko”, ambos são ótimos e seria injusto comentar desse filme sem antes citar estes dois.

Camisa de Força

Ficha Técnica

Título Original: The Jacket

Gênero: Suspense

Tempo de Duração: 103 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 2005

Estúdio: Warner Independent Pictures / Mandalay Pictures / VIP 3 Medienfonds / Rising Star / 2929 Productions / Section Eight Ltd.

Distribuição: Warner Bros. / Imagem Filmes

Direção: John Maybury

Roteiro: Massy Tadjedin, baseado em estória de Tom Bleecker e Marc Rocco

Produção: George Clooney, Peter Gruber e Steven Soderbergh

Música: Brian Eno

Fotografia: Peter Deming

Desenho de Produção: Alan MacDonald

Direção de Arte: Isabelle Guay, Jean-Pierre Paquet e Caireen Todd

Figurino: Douglas Hall

Edição: Emma E. Hickox

Efeitos Especiais: Double Negative / Intrigue Productions



Sinopse

Jack Starks (Adrien Brody) é um veterano da Guerra do Golfo que retorna à sua cidade natal, após se recuperar de ter recebido um tiro na cabeça. Jack sofre atualmente de amnésia, sendo que após ser acusado de ter assassinado um policial é recolhido a um hospital psiquiátrico. Lá o dr. Thomas Becker (Kris Kristofferson) faz com que Jack tenha drogas experimentais injetadas em seu corpo, como parte de testes para um novo tipo de tratamento. Imobilizado em uma camisa de força, Jack constantemente é trancado por um longo tempo em uma gaveta de cadáveres, no necrotério da clínica em que está. Completamente drogado, a mente de Jack consegue se projetar para o futuro, no qual conhece Jackie Price (Keira Knightley) e descobre que ele próprio irá morrer daqui a 4 dias.

O filme segue a mesma idéia de Efeito borboleta, um homem que consegue viajar no tempo e mudar a realidade, ele faz isso diversas vezes enquanto está preso no tratamento da camisa de força, ele acaba voltando no tempo e desta forma pode evitar que a mão de menina que ele conheceu no passado e que se apaixonou no futuro morra, e desta forma ela tenha uma vida melhor.

Existe outra teoria está é mais surreal que na verdade o personagem morreu e tudo aquilo é a alma dele que vive. Eu não boto muita fé nessa, realmente acredito que o personagem viajava no tempo, e que ele o personagem viajava no tempo, e que ele morre no final do filme em sua última viagem, ai sim ele está morto.



Nota do Pasteleiro: Como sempre os filmes do Faltou um Pedaço são complicados, recomendo que alugue o DVD, e fique alguns dias para poder rever alguns trechos e interpretar o filme da sua forma, lembrando que esta coluna serve como uma orientação através da minha visão de como o filme acabou.

Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários
pingando óleo

Nota do pasteleiro: /5

A MODA DA CASA – Pessoas com Dificuldades

Bem essa semana foi complicada, novamente preciso por o blog nos trilhos, então hoje além de postar tudo que faltou na semana, talvez eu não publique o Receita Caseira, pois preciso de alguém para me auxiliar na trilha, afinal meu gosto musical é clichê, isso eu admito. Quanto ao A moda da casa dessa semana vou explorar os filmes de superação, alguns dias atrás, postei filmes que mostravam preconceito, nessa semana serão filmes que tratam da superação mental ou física, são filmes nos quais pessoas com dificuldades superam obstáculos. Abaixo segue uma pequena lista.

Meu Pé Esquerdo



Meu pé esquerdo Ficha Técnica

Título Original: My Left Foot

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 103 minutos

Ano de Lançamento (Irlanda): 1989

Estúdio: Ferndale Films / Granada / Raidio Teilifis Eireann

Distribuição: Miramax Films

Direção: Jim Sheridan

Roteiro: Shane Connaughton e Jim Sheridan, baseado em livro de Christy Brown

Produção: Noel Pearson

Música: Elmer Bernstein

Fotografia: Jack Conroy

Desenho de Produção: Austin Spriggs

Figurino: Joan Bergin

Edição: J. Patrick Duffner

Sinopse



Christy Brown (Daniel Day-Lewis), o filho de uma humilde família irlandesa, nasce com uma paralisia cerebral que lhe tira todos os movimentos do corpo, com a exceção do pé esquerdo. Com apenas este movimento Christy consegue, no decorrer de sua vida, se tornar escritor e pintor

Comentário do Pasteleiro: Filme bom a atuação de Daniel Day-Lewis é brilhante e emociona por diversas vezes, o exemplo de superação é brilhante. É legal ver a forma como o personagem vai crescendo na trama. Dos filmes que seguem essa linha é o que mais recomendo, sendo um filme de superação pessoal digno.

Forrest Gump

Ficha Técnica

Título Original: Forrest Gump

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 141 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 1994

Estúdio: Paramount Pictures

Distribuição: Paramount Pictures / UIP

Direção: Robert Zemeckis

Roteiro: Eric Roth, baseado em livro de Winston Groom

Produção: Wendy Finerman, Steve Starkey e Steve Tisch

Música: Alan Silvestri

Direção de Fotografia: Don Burgess

Desenho de Produção: Rick Carter

Direção de Arte: Leslie McDonald e William James Teegarden

Figurino: Joanna Johnston

Edição: Arthur Schmidt

Efeitos Especiais: Industrial Light & Magic



Sinopse

Quarenta anos da história dos Estados Unidos, vistos pelos olhos de rapaz com QI abaixo da média que, por obra do acaso, consegue participar de momentos cruciais, como a Guerra do Vietnã e Watergate.

Comentário do Pastel: Esse já se tornou um clássico, apesar de ser um filme absurdo em diversas situações, não tem como não apreciar a presença de Tom Hanks como Forrest Gump, o personagem simplesmente mostrou que tudo é possível. Apesar de não ser baseada em uma história real creio que o filme conquistou muitas pessoas e se tornou o favorito de diversos amantes do cinema.

Meu nome é Rádio



Ficha Técnica

Título Original: Radio

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 109 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 2003

Site Oficial: www.sonypictures.com/movies/radio

Estúdio: Revolution Studios / Radio Productions / Tollin/Robbins Productions

Distribuição: Columbia Pictures / Sony Pictures Entertainment

Direção: Michael Tollin

Roteiro: Mike Rich, baseado em artigo de Gary Smith

Produção: Herb Gains, Brian Robbins e Michael Tollin

Música: James Horner

Fotografia: Don Burgess

Desenho de Produção: Clay A. Griffith

Direção de Arte: Thomas Minton

Figurino: Denise Wingate

Edição: Chris Lebenzon e Harvey Rosenstock

Sinopse

Anderson, Carolina do Sul, 1976, na escola secundária T. L. Hanna. Harold Jones (Ed Harris) é o treinador local de futebol americano, que fica tão envolvido em preparar o time que raramente passa algum tempo com sua filha, Mary Helen (Sarah Drew), ou sua esposa, Linda (Debra Winger). Jones conhece um jovem “lento”, James Robert Kennedy (Cuba Gooding Jr.), mas Jones nem ninguém sabia o nome dele, pois ele não falava e só perambulava em volta do campo de treinamento. Jones se preocupa com o jovem quando alguns dos jogadores da equipe fazem uma “brincadeira” de péssimo gosto, que deixou James apavorado. Tentando compensar o que tinham feito com o jovem, Jones o coloca sob sua proteção, além de lhe dar uma ocupação. Como ainda não sabia o nome dele e pelo fato dele gostar de rádios, passou a se chamá-lo de Radio. Mas ninguém sabia que, pelo menos em parte, a razão da preocupação de Jones é que tentava não repetir uma omissão que cometera, quando era um garoto.

Comentário do Pastel: Esse é um filme clássico para ser da sessão da tarde, a história é leve e com um tom de positivismo no filme, não compromete como filme, mas também não é exepecional, o interessante é que novamente Cuba Gooding Jr. Faz o papel de um rejeitado pela sociedade mesmo papel que interpretou em “Homens de Honra”.

De porta em porta





Ficha Técnica

Título Original: Door to Door

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 91 minutos

Ano de Lançamento (EUA / Canadá): 2002

Estúdio: Rosemont Productions International / Angel/Brown Productions / Door to Door Productions Inc.

Distribuição: TNT

Direção: Steven Schachter

Roteiro: William H. Macy e Steven Schachter

Produção: Warren Carr

Música: Jeff Beal

Fotografia: Jan Kiesser

Desenho de Produção: Brent Thomas

Direção de Arte: Roxanne Methot

Figurino: Betty Pecha Madden

Edição: Paul Dixon

Sinopse

Portland, Oregon, 1955. Apesar de ter nascido com uma paralisia cerebral, que cria limitações na sua fala e movimentos, Bill Porter (William H. Macy) tem todo o apoio da sua mãe para obter um emprego como vendedor na Watkins Company. Bill consegue o emprego, apesar de certa relutância devido às suas limitações, pois teria que ir de porta em porta oferecendo os produtos da companhia. Bill só conseguiu o emprego quando disse para lhe darem a pior rota. Primeiramente Bill é rejeitado pela pessoas “normais”, mas ao fazer sua 1ª venda para uma alcóolatra reclusa, Gladys Sullivan (Kathy Baker), ele literalmente não parou mais. Por mais de 40 anos Bill caminhou 16 quilômetros por dia e, para ajudá-lo nesta trajetória, além da sua mãe e Gladys, surgiu Shelly Soomky Brady (Kyra Sedgwick).

Comentário do Pastel: Esse filme é interessante, baseado numa história real, sempre que o filme tem essa informação vou pesquisar depois para ver o tamanho da veracidade. A história é boa, tem um desenvolvimento padrão de filmes do gênero começa com a rejeição e termina com a glória do protagonista. Creio que o filme tenha sido além de uma grande lição, também uma estratégia de marketing do personagem principal, quem viu o filme sabe o que estou dizendo.

Invencível



Como não encontrei uma ficha técnica do filme, passo o link do IMDB

Link – http://www.imdb.com/title/tt0445990/

Sinopse

Uma história real de um fã de futebol americano que seguiu até o fim seu sonho de fazer parte de todo o sistema que envolve a liga do jogo nos Estados Unidos. Depois de perder sua esposa e seu emprego de professor, ele arruma um trabalho como barman, mas isso só ocupa parte de seu tempo, o resto é dedicado a apreciar seu time do coração, o Philadelphia Eagles. É quando ele decide acompanhar de vez o time e tentar participar dele, perseguindo com toda a perseverança e insistência seu sonho, até as últimas conseqüências.

Comentário do Pastel: Bem já estão virando clichê os filmes da Disney terem essa temática de superação, isso provavelmente vai render um post em breve, quanto ao filme gosto do Mark Wahlbergem filmes assim, que não exigem muita interpretação quem viu a bomba chama “Fim dos Tempos” sabe do que eu estou falando.Aqui o foco é a idade do personagem,

Bem essa semana o tema foi esse, só para esclarecer busco informações sobre filmes em sites de cinema, não sou especialista em cinema, gosto de citar filmes clichês pois acredito que estou apontando que nada se cria tudo se copia, a única diferença é como as pessoas desenvolvem a história.



Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários
Massa de Pastel

Nota do pasteleiro: /5

MASSA DE PASTEL – Zach Braff e Dex Shepard

Está cada vez mais difícil encontrar atores similares foi na locadora essa semana que ao me deparar com um pôster prestei a atenção na semelhança

Este é Zach Braff, astro do seriado Scrubs e também presentes nos filmes “Ex-Namorado da Minha Mulher” e “Um Beijo a Mais”


Este é Dex Shepard, que participou do filme Zathura.

A semelhança é impressionante, eu pelo menos não soube identificar o Dex no filme Zathura achei o filme todo que era o Zach.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 23 de outubro de 2008
0 comentários
PASTEL DE QUEIJO

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL DE QUEIJO – Cena do Vilão que se Arrepende

Desculpem o atraso, mas é que alugo diversos filmes na semana e às vezes acabo ficando preso numa história e não dá tempo de postar.



Voltando ao tópico o tema da cena Pastel de queijo é redenção, quem nunca viu um filme em que o antagonista, percebendo suas maldades se redime e resolve ajudar a personagem principal, ou faz as pazes com ele, essa é clássica senão em que vemos frases como “Meu Deus, eu era assim” ao ver alguém ruim como ele, ou “No que eu me transformei” ao se dar conta do que se tornou.


Abaixo listei alguns filmes, gostaria de deixar claro que não usei o exemplo de “A Felicidade não se compra” porque o personagem principal não teve uma redenção ele simplesmente estava deprimido.



Chocolate – http://www.imdb.com/title/tt0241303/


Em que cena: Em diversas passagens temos essa situação em que os antagonistas a dona da chocolateira, são exemplos a cena em que a dona do imóvel bebe o chocolate e se solta, quando a secretária do conde se da conta da relação da sua mãe com seu filho e por fim a cena que mais se encaixa que é a que o conde (Alfred Molina) se entrega aos prazeres do chocolate e vê o quanto errou ao julgar a dona da loja.




Patch Adams – http://www.imdb.com/title/tt0129290/


Em que cena: O estudante que dividia o quarto com Patch, sempre foi cruel com o companheiro inclusive acusando o mesmo de cola diversas vezes, porém quando descobre que uma paciente que ele está tratando não está melhorando, então ele resolve engolir seu orgulho e pedir ajuda a Patch, no final ainda colabora com o antigo inimigo para que este não seja expulso.




Homem-Aranha 2 – http://www.imdb.com/title/tt0316654/


Em que cena: No final do filme, Dr. Octopus percebendo que estava cometendo um erro e que iria causar uma explosão, se sacrifica para salvar a cidade e o Homem-Aranha.



Homem-Aranha 3 – http://www.imdb.com/title/tt0413300/


Em que cena: Temos duas cenas aqui neste filme, quando Harry que estava com odeio do Peter resolve lhe perdoar por ter matado seu pai e o ajuda na luta contra Venom e Homem Areia e também do Homem Areia que se dá conta dos crimes que havia cometido.




Babe – O porquinho atrapalhado – http://www.imdb.com/title/tt0112431/


Em que cena: Max o cachorro que era o “pai” de Babe sempre teve uma birra com o porquinho, inclusive brigando com a cadela por ciúmes do porco. No final em um ato para auxiliar Babe ele vai a fazendo conversar com as ovelhas.




The Super – http://www.imdb.com/title/tt0103007/


Em que cena: Aqui não existe uma cena específica, durante o filme todo o personagem de Joe Pesci tem que conviver num condomínio que ele construiu e que não tem condições adequadas para os inquilinos, convivendo nessa situação ele acaba mudando de atitude.




Shiloh – http://www.imdb.com/title/tt0120118/


Em que cena: Quando o cãozinho auxilia o antigo dono que o maltratava, neste momento ele acaba cedendo o cão para o menino, é importante ressaltar que o antigo dono só iria se redimir mesmo no segundo filme.




Entrando numa Fria – http://www.imdb.com/title/tt0212338/


Em que cena: No final do filme o personagem de Robert de Niro se dá conta de que pegou pesado com Gaylord e vai atrás do cara no aeroporto para que ele aceite ficar com sua filha. Detalhe ele só se dá conta disso depois que atormentou durante todo filme o personagem de Ben Stiller.




Os Fantasmas Contra-Atacam – http://www.imdb.com/title/tt0096061/


Em que cena: Bem posso citar o filme todo como as cenas que fizeram o personagem de Bill Murray mudar de opinião e se transformar numa boa pessoa, mas provavelmente a que fez ele se tornar uma boa pessoa foi na visita do espírito do natal futuro, na qual ele tem a terrível visão de como será seu futuro.




Feitiço do tempo – http://www.imdb.com/title/tt0107048/


Em que cena: O filme todo é uma lição, mas novamente a rendição do personagem vem quando ele se torna uma boa pessoa e dá valor as pessoas em sua volta.




Invencível – http://www.imdb.com/title/tt0445990/


Em que cena: Um dos amigos de bar do personagem principal zomba dele e fica provocando e desmotivando-o durante o filme todo, ele só enxerga que estava errado após o personagem de Mark Wahlberg jogar futebol com os amigos.




Fúria de Titãs – http://www.imdb.com/title/tt0210945/


Em que cena: O treinador interpretado por Denzel faz os atletas negros e brancos dividirem os quartos e isso acaba fazendo o capitão do time (um atleta branco) que era preconceituoso se tornar amigo de um atleta negro que também tinha seus preconceitos com brancos.




Homens de Honra – http://www.imdb.com/title/tt0203019/


Em que cena: O personagem de Robert De Niro ficava perseguindo o mergulhador negro Carl Brashear (Cuba Gooding Junior) , durante o filme todo, porém na cena em que ele tem de fazer a prova debaixo da água ele não tem como negar a determinação do mergulhador e perde seu emprego ao reprovar Carl. Ainda no final do filme auxilia Bashear a superar os obstáculos depois que perde sua perna.

Bem acho que isso é uma boa lista de filmes estou disponibilizando em frente a cada filme o link do IMDB, A partir de agora nessa seção irei tratar mais da cena, enquanto os comentários do Pasteleiro irão para os filmes Jiló e Especial e também no Faltou um Pedaço.


Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários
pingando óleo

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL DE BANANA – George Clonney

George Clooney já pagou mico interpretando Batman, mas com certeza esse passado que vou mostrar poucos de vocês conhecem:

É assim como outros atores Clooney também pagou mico fazendo esse filme que é muito trash, acompanhem um trecho com o personagem de Clonney, e também na menina tomate e nos efeitos especiais, o bom é ver a atriz semi-nua e a cara que ele faz.

Viram a cena? Então saibam um pouco mais dessa bomba:



Retorno dos Tomates Assassinos





Sinopse



Eles estão de volta e dessa vez, realmente estufados! Desde o ultimo ataque dos ‘Tomates Assassinos’ há alguns anos, que os pizzaiolos MAtt e Chad estão vivendo um momento de prosperidade com sua pizzaria que não usa molho a base de tomates. Entretanto um cientista maluco, o geneticista Professor Gangreen está traçando um plano juntamente com sua misteriosa ajudante para dominar o mundo criando uma raça de poderosos tomates guerreiros. Agora nossos heróis precisam enfrentar verdadeiros tomates assassinos e salvar a bela assistente de se tornar para sempre um completo vegetal.

IMDB – http://www.imdb.com/title/tt0095989/

Logo abaixo alguns prêmios que Gerge Clonney já conquistou:


Prêmios


-Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Diretor, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator, por “Conduta de Risco” (2007).

– Ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, por “Syriana” (2005).

– Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Original, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Diretor, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator – Drama, por “Conduta de Risco” (2007).

– Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator – Comédia/Musical, por “E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?” (2000).

– Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, por “Syriana” (2005).

– Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Roteiro, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Diretor, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Ator, por “Conduta de Risco” (2007).

– Recebeu 2 indicações ao BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante, por “Syriana” (2005) e “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Roteiro Original, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Recebeu uma indicação ao Independent Spirit Awards de Melhor Diretor, por “Boa Noite e Boa Sorte” (2005).

– Ganhou o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Veneza, por “Good Night, and Good Luck” (2005).

QUem diria que após estrelar um filmes desses o ator conquistaria essa fama.

Postado por: Fábio Campos
Frito em 21 de outubro de 2008
0 comentários
RECEITA CASEIRA

Nota do pasteleiro: /5

RECEITA CASEIRA – Operação Reversa

Esta semana quero explorar o cinema fantástico e por isso quero fazer uma história diferente das que venho criando, tendendo mais para o lado da fantasia e também serve como uma critica a sociedade.


Título: Operação Reversa


Sinopse: Uma mulher em um carro que está fugindo da cidade aonde cresceu, dá carona a três estranhos, que vão para a cidade de Oz, trabalhar em uma grande empresa que fábrica caixas. São eles um ex-poeta que aceita o emprego de contador na empresa, um empresário que vai negociar a venda sua empresa e por fim um brilhante professor que resolve aceitar um emprego mais calmo como vigia. Enquanto isso o dono da fábrica tem de enfrentar uma ativista que presente fechar a fábrica pela poluição que ela causa na cidade.




Mary Dorothy – Winona Rider: O papel de Mary é de uma moça do interior que resolveu ir para a cidade grande e esquecer a vida na fazenda. O perfil rebelde de Winona casa perfeitamente com o papel, e como tem um espírito de revolta e uma cara de anjo seria a combinação perfeita.



Kevin Smith – Henry Ian Cusack: O personagem é um poeta desiludido com o mundo que resolve desistir do seu sonho, não porque precisa do dinheiro, mas porque não acredita mais nele. Henry tem um jeito de artista, e creio que seria perfeito para representar o papel de Kevin com a sensibilidade que o papel precisa.




Norman Rudd – John Goodman: Norman é o dono de uma fábrica de caixas, só que por medo da concorrência resolve vender a sua empresa para o Sr. Rockwell, a decisão de Norman irá afetar todas as famílias da região, pois a sua fábrica ire ser toda automatizada e vários empregados serão demitidos. O personagem praticamente se confunde com o jeito do ator, a cara de bonachão e o jeito de pai de família serão perfeitos para dar a áurea de bondade e insegurança do personagem.


Edgar Motz – Alfred Molina: O personagem de Edgar é de um professor de física que cansado de dar aula para uma turma desmotivada e de nunca ter seu trabalho reconhecido resolve buscar uma nova chance em um trabalho mais fácil e que não exija tanto dele. Escolhi Alfred Molina, pois em seus filmes sempre tem um jeito de gênio incompreendido podemos ver isso em Frida e também em Homem Aranha 2.






Sr. Rockwell – Christopher Walken: O dono da empresa de caixas tinha de ser mais velho e ter uma característica marcante, neste caso são os olhos, ele também conhecido por ser o “mago” dos negócios e de ter feito a empresa triplicar seu faturamento, é conhecido por transformar pessoas simples em grandes nomes dos negócios. A escolha para Christopher Walken se deu pela empatia do personagem e porque ele pode tanto representar uma pessoa calma e segura quanto uma pessoa perturbada, esse é o caso do Sr. Rockewell, um homem que se esconde atrás de uma mascara de bondade.


Ana Collins – Diane Keaton: A personagem de Ana é conhecida como a protetora do meio ambiente, sempre engajada em causas sociais, ela tem uma birra com o Sr. Rockwell, por ele despejar seu lixo na cidade, por ser um grande empresário a prefeitura não aplica as leis sobre ele. A escolha de Diane Keaton foi para buscar uma antagonista à altura.






Diretor – Chris Columbus: O cara fez os maiores filmes com esse tipo de temática como “Esqueceram de Mim” e “Uma Babá quase Perfeita”. Creio que ele dará a atmosfera que o filme precisa.

Bem a escolha da trilha foi feita essa semana pelo Luiz Johnny Deep Fernando, a escolha foi da The Smiths e o titulo é How Soon is Now, essa música trata de sentimento humano. de necessidade de sentimento


Postado por: Fábio Campos
Frito em 20 de outubro de 2008
0 comentários
PASTEL ESPECIAL

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL ESPECIAL – Macacos Ridículos



Gênero: Filmes com Macaco – Ridículos


Bem esse pastel especial é tão trash que nem encontrei ficha técnica, estou deixando o link do IMDB, para quem quiser maiores informações, eu como alguns sabem, sou um amante de filmes de terror trash. Mas gosto daqueles com um mínimo de raciocínio e com um roteiro senão diferente pelo menos muito engraçado é o caso de Shakma, uma produção no mínimo curiosa.


http://www.imdb.com/title/tt0100589/







Sinopse


Após uma experiência em uma faculdade para controlar a fúria dos animais, um experimento faz com que um animal fique mais violento, dessa forma o babuíno Shakma se torna um cruel assassino, e aproveita o descuido dos estudantes da faculdade de medicina para descarregar sua fúria.



Bem já falei que o filme é muito trash, o interessante é que nem por isso é mal executado, sendo o babuíno o grande ator do filme, em diversas cenas é surreal ver a ferocidade do animal, também sentimos um pouco de pena do mesmo na cena final, o filme tem diversas cenas clichês de filmes de terror dos anos 80, mas consegue chamar a atenção. Adorei a idéia de um RPG realizado na faculdade com um resultado no mínimo divertido.


Postado por: Fábio Campos
Frito em 19 de outubro de 2008
0 comentários
PASTEL DE JILÓ

Nota do pasteleiro: /5

PASTEL DE JILÓ – Macacos Ridículos

Gênero: Filmes com Macaco – Rídiculos

Congo


Ficha Técnica
Título Original: Congo
Gênero: Aventura
Tempo de Duração: 107 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1995
Estúdio: Paramount Pictures / The Kennedy/Marshall Company
Distribuição: Paramount Pictures / UIP
Direção: Frank Marshall
Roteiro: John Patrick Shanley, baseado em livro de Michael Crichton
Produção: Kathleen Kennedy e Sam Mercer
Música: Jerry Goldsmith
Desenho de Produção: J. Michael Riva
Direção de Arte: Richard Holland
Figurino: Marilyn Matthews
Edição: Anne V. Coates
Efeitos Especiais: Banned from the Ranch Entertainment / Buena Vista Visual Effects / Industrial Light & Magic / Stan Winston Studio

Sinopse

Um grupo de pessoas vai ao coração da África por motivos diversos: uma mulher (Laura Linney) tenta descobrir qual o motivo das mortes em uma equipe de uma empresa de comunicação para a qual trabalha, além de também averiguar se seu ex-noivo continua vivo e ainda tentar arrumar uma matéria-prima indispensável. Já um jovem pesquisador, que através de uma nova tecnologia fez uma macaca falar, viaja com o objetivo de devolvê-la a selva. Existe ainda um romeno que se faz passar por filantropo, mas na verdade quer encontrar uma cidade perdida onde estariam as minas do Rei Salomão. Mas todos serão ameaçados por algo desconhecido.

Quando li sobre Congo achei que seria uma coisa igual “Parque dos Dinossauros”, afinal é o mesmo escritor de ambos os filmes. Porém a história é decepcionante, analiso o filme como um filme trash de macacos, pois não posso levar a sério a história, além da cena do macaco que fala através de gestos, temos muitas mortes toscas, atores canastrões e ainda acho que o personagem que treinava a gorila queria ficar com ela no final. Além disso, eles cometem um erro fatal no filme, eles matam Bruce Campbell logo no inicio o ícone do terror trash, e astro do filme “Evil Dead”.

Postado por: Fábio Campos
Frito em
0 comentários